Galeria Fotográfica, Biodiversidade dos Açores

Mudar para, English Español

Galerias Temas

Explore a nossa selecção de temas e descobra o que temos para si. Seleccione um dos grupos abaixo apresentados:

Espécies dos Açores Presentes no Top 100 das Espécies Ameaçadas da Macaronésia

Martín, J.L., Cardoso, P., Arechavaleta, M., Borges, P.A.V, Faria, B.F., Abreu, C., Aguiar, A.F., Carvalho, J.A., Costa, A.C., Cunha, R.T., Gabriel, R., Jardim, R., Lobo, C., Martins, A.M.F., Oliveira, P., Rodrigues, P., Silva, L., Teixeira, D., Amorim, I.R., Fernandes, F., Homem, N., Martins, B., Martins, M. & Mendonça, E. (2010). Using taxonomically unbiased criteria to prioritize resource allocation for oceanic island species conservation. Biodiversity and Conservation, 19: 1659-1682

Um dos objectivos do Projecto Interreg III-B Açores-Madeira-Canárias, BIONATURA, foi elaborar uma lista de espécies prioritárias de gestão nos três arquipélagos dos Açores, Madeira e Canárias. Desde o princípio deste projecto que o objectivo era conhecer o conjunto de taxa ameaçados que deveriam ser alvo de uma atenção especial em termos de gestão por parte das administrações competentes, atendendo não só ao seu estatuto de ameaça mas principalmente com base na real possibilidade de gestão com êxito. Não se tratava assim de obter uma lista alargada de espécies com a indicação simples do seu estatuto de ameaça à semelhança das listas vermelhas promovidas pela IUCN, mas sim de obter uma lista reduzida – não mais de 100 taxa – donde se assinalariam aqueles casos onde a urgência de conservação fosse maior e que fosse simultaneamente possível implementar uma gestão eficaz de forma a recuperar esses taxa. Esta lista se definiu como a lista Top 100 da Macaronésia europeia e finalmente ficou constituída por 51 taxa das Canárias, 2da Madeira e 23 dos Açores.